Google+ Followers

domingo, 21 de enero de 2018

Filhote de cruz-credo








É o título do livro de Fabricio Carpinejar que ilustrei para a Editora Bertrand Brasil.
Mais um desafio.
O livro é a triste história do autor de criança, como ele mesmo sub-titula: "a triste história alegre de meus apelidos".
O livro foi eleito o melhor infantojuvenil pela Associação Paulista de Críticos de Arte em 2012 e inspirou duas peças de teatro, além de ter gerado uma campanha educacional do Governo do Estado do Rio Grande do Sul contra o bullyng, em 2014.
Desta vez,
escolhi o digital.
Acho que porque o livro tem  humor (mesmo sendo um drama)
e me fez pensar em quadrinhos.
Mais poderia ter sido a mão também...
Meu agradecimento especial a Alessandra Pires
http://www.oagenteliterario.com.br

No hay comentarios: